Santo do Dia 02 de Outubro – Santos Anjos da Guarda e Beato Antônio Chevrièr

Santo do Dia 01 de Outubro - Santos Anjos da Guarda e Beato Antonio Chevrier

Santos Anjos da Guarda e Beato Antônio Chevrièr

Hoje celebramos a festa dos Santos Anjos da Guarda. A crença na existência de anjos da guarda não é privilégio da fé cristã. Quase todas as culturas antigas acreditavam na existência de seres mediadores entre os homens e os deuses. Os anjos são seres criados por Deus, não têm um corpo como o nosso, mas como nós, são dotados de liberdade, inteligência e vontade. Em toda a Bíblia eles são citados cerca de 300 vezes. A devoção aos anjos começou no século IX, em Valência, Espanha. Em 1608, o Papa Paulo V autorizou uma celebração em honra deles, e em 1670 o Papa Clemente X situou a festa no dia de hoje. Embora a Bíblia só cite os nomes de Gabriel, Rafael e Miguel o Apocalipse fala da existência de milhares de milhares e de milhões de milhões de anjos.

Hoje celebramos também a memória de Antônio Chevrièr, o fundador da Associação dos Padres do Prado. Ele nasceu em 16 de abril de 1826 em Lion, França. Aos 14 anos entrou para o Seminário e em 1850 foi ordenado sacerdote. No natal de 1856, quando diante do presépio meditava no mistério do Verbo que se fez carne, sentiu mais fortemente o chamado para uma vida evangélica ao lado dos mais pobres. Em agosto de 1857 decidiu trabalhar como capelão na Cidade do Menino Jesus, uma empresa religiosa social fundada por Camilo Rambaud, que tinha como meta construir casas para os operários e ensinar catecismo às crianças. Passados três anos ele separou-se de Rambaud, mas não abdicou do sonho de dedicar sua vida aos mais pobres. Adquiriu uma propriedade num local onde há algum tempo existira uma casa de baile de má fama, chamada “baile do Prado”, e aí instalou uma escola de catequese para crianças. Esse foi o início da Associação dos Padres do Prado, hoje presente no mundo todo, cujo objetivo é formar sacerdotes pobres para evangelizar os pobres. A espiritualidade pradoziana está centrada na frase: Conhecer Jesus é tudo. O pensamento da espiritualidade dos Padres do Prado está contido no livro mais conhecido do Padre Chevrièr, intitulado “O Verdadeiro Discípulo”. Antônio Chevrièr faleceu no dia dois de outubro de 1879 e foi beatificado em dois de outubro de 1986.

O mundo em que vivemos, individualista e auto suficiente, carente de anjos da guarda de carne e osso capazes de guardar, cuidar e conduzir o povo para Deus, precisa urgentemente de pessoas como o beato Antônio Chevrièr, que lhes mostre que é no conhecimento de Jesus no Presépio, na Cruz e na Eucaristia, que está a motivação e força para uma vida de pobreza, doação total e comunhão com os mais pobres e marginalizados.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia