Santo do Dia 23 de Novembro – São Clemente

Santo do Dia 23 de Novembro - Sao Clemente

 

São Clemente

São Clemente viveu no século I e foi o quarto Papa da Igreja. Antes dele governaram a Igreja São Pedro, São Lino e Santo Anacleto. São Clemente esteve à frente da Igreja, durante os últimos dez anos do século I, precisamente do ano 88 ao ano 97. Segundo alguns, era judeu, segundo outros, era um escravo liberto. Certo mesmo é que era um homem instruído, com boa formação literária, um profundo conhecedor das Sagradas Escrituras e do mundo grego, romano e judaico. O tempo em que esteve à frente da Igreja, foi marcado por uma relativa tolerância, por parte dos imperadores Vespasiano e Tito e foi, nessa época que a nobreza romana começou a acolher a doutrina cristã. Mas, se por um lado, foi um período de relativa paz social, por outro, foi um tempo marcado por muitas divergências e discussões, dentro da própria Igreja. Data dessa época a célebre carta que São Clemente escreveu à Igreja de Corinto, que se encontrava dividida internamente, porque havia um grupo que contestava a autoridade dos presbíteros da Igreja. Nessa carta, repassada de bondade e misericórdia e que, inclusive, foi traduzida para o português, São Clemente exorta os cristãos daquela comunidade a deixarem a inveja e se unirem na fé e na caridade fraternas. Esse foi o primeiro caso que se tem notícia de intervenção da Igreja de Roma em assuntos de outros Igrejas particulares e, conseqüentemente, da afirmação da autoridade do sucessor de São Pedro, sobre as Igrejas particulares nascidas da fé dos apóstolos. Essa carta é também considerada o primeiro documento papal e modelo para todas as cartas encíclicas que, a partir daí, seriam escritas. De acordo com Santo Irineu, São Clemente foi contemporâneo dos primeiros apóstolos e testemunha viva e ocular da pregação deles. A respeito de seu martírio, existem muitas tradições e lendas, mas o que parece realmente verdadeiro é que ele sofreu o martírio no ano 97, no tempo do imperador Trajano. Ele foi preso e deportado para a Criméia, no mar Negro, sendo submetido a trabalhos forçados, vindo a morrer em consequência dos mesmos.

No mundo de hoje, onde são ainda muitos os que confundem autoritarismo com autoridade, São Clemente nos faz entender com sua vida, que a verdadeira autoridade não se firma na prepotência, não alimenta discórdias, não fomenta perseguições, não busca a condenação, mas a correção fraterna do pecador e está inteiramente a serviço da paz entre as pessoas, grupos e nações. A paz, ensina-nos São Clemente, requer firmeza, mas também bondade e misericórdia.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

 

>> Outro Santo do Dia