Santo do Dia 06 de Novembro – São Leonardo de Noblac

Santo do Dia 06 de Novembro - Sao Leonardo de Noblac

São Leonardo de Noblac

São Leonardo de Noblac nasceu na França, entre os anos 491 e 518 e é um dos santos mais populares na Europa Central. Dizem os estudiosos que em sua honra foram construídas cerca de seiscentas igrejas e capelas. De acordo com os escritores da época, Leonardo de Noblac era de família nobre e seus pais eram amigos íntimos de Clóvis, rei dos francos. Em nome dessa amizade, Clóvis quis fazê-lo bispo, mas ele não aceitou. Tudo o que Leonardo desejava do rei era que este lhe permitisse visitar os presos do reino e libertar quantos ele quisesse. Em nome da amizade que os unia, o rei concedeu-lhe permissão para isso. Não desejando seguir a carreira militar, Leonardo retirou-se da corte e foi viver junto a São Remígio, que era bispo da Diocese de Reims. Após algum, tempo, para experimentar um maior recolhimento interior, ele resolveu passar um tempo junto a São Maximino. Mais tarde, sempre na busca de uma vida de solidão e penitência, foi viver numa floresta, denominada Pavum, perto da cidade de Limoges. Um dia sua solidão foi interrompida pela chegada do rei de Aquitânia, com sua comitiva. A rainha que acompanhava o rei e estava grávida, começou a sentir as dores do parto. Após um prolongado e complicado trabalho de parto, a rainha deu à luz. Em agradecimento a São Leonardo pelas orações e cuidados dispensados à sua esposa, o rei ordenou a construção, no local, de um mosteiro que recebeu o nome de Noblac, e que foi a semente de uma fervorosa comunidade. Sentindo-se chamado por Deus para outra missão, São Leonardo deixou a comunidade e partiu, como peregrino, para pregar o Evangelho em terras onde ele ainda não havia chegado, e onde houvesse cativos esperando por libertação. São Leonardo Noblac morreu no dia seis de novembro do ano 559. É invocado como padroeiro dos prisioneiros e parturientes.

No mundo de hoje onde os interesses pessoais estão dominando as relações, e a verdadeira amizade se torna uma realidade cada vez mais rara, São Leonardo nos convida a refletir sobre esse precioso dom, e a vê-la não apenas como algo que pode nos trazer alegria e satisfação pessoal, mas especialmente como uma dádiva de Deus, como um dom a ser colocado a serviço dos irmãos, especialmente dos mais carentes. O cancioneiro popular diz que amigo é algo para se guardar do lado esquerdo do peito. E é verdade. Amigo é coisa do coração e amizade é coisa de Deus.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia