Santo do Dia 22 de Maio – Santa Rita de Cássia

Santo do Dia 22 de Maio - Santa Rita de Cassia

Santa Rita de Cássia

Santa Rita de Cássia nasceu na província de Úmbria, na cidade de Cássia, na Itália, em 1381, com o nome de Margherita, mas era chamada abreviadamente pelo nome de Rita. Filha única, quando ela nasceu, seus pais, cristãos piedosos, já eram avançados em idade e foram eles que lhe ensinaram a conhecer e amar a Deus. Para satisfazê-los, Rita renunciou ao desejo de entrar para o convento e casou-se com um nobre de nome Paulo de Ferdinando, um homem irrequieto e violento. Santa Rita era naturalmente doce, atenciosa, cuidadosa e humaníssima para com todos e profundamente sensível às necessidades, tanto de ordem material, quanto de ordem moral e social das pessoas. Tendo consciência das maldades do marido, sofria e rezava em silêncio. Sua bondade conseguiu tocar o coração do marido que se converteu, mudando de vida e de costumes. Essa mudança, contudo, não impediu que velhos inimigos o assassinassem, e um dia ele foi encontrado morto na beira de uma estrada. Quando os dois filhos resolveram vingar a morte do pai e Santa Rita percebeu que não conseguia demovê-los da idéia, pediu a Deus que os levasse antes que se tornassem assassinos. Sua oração, nem sempre humanamente compreendida, foi ouvida. Com a morte dos filhos, livre dos laços familiares que a prendiam ao mundo, Rita procurou realizar seu sonho de infância. Tentou inicialmente entrar para o convento das agostinianas, em Cássia, mas devido a algumas normas da Congregação que não aceitava viúvas, não pôde realizar seu desejo. Mas ela não desistiu. Contam que, após ter pedido a intercessão de seus santos protetores, São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau Tolentino, teve sua vontade realizada. Santa Rita de Cássia vestiu o hábito das agostinianas, passando a viver uma vida de oração e penitência. Grande devota de Jesus Crucificado, este a associou visivelmente à sua paixão, imprimindo-lhe na testa uma ferida que nunca sarou e lhe trouxe muita humilhação pelo mau odor que exalava. Santa Rita de Cássia morreu em 22 de maio de 1457 e foi canonizada em 1900. É venerada como a santa das causas impossíveis.

Hoje, nesse nosso mundo que parece desconhecer a palavra perdão, Santa Rita de Cássia nos convida a rejeitar todo tipo de vingança, a orar pelos pecadores e a aceitar com resignação os sofrimentos decorrentes da fragilidade humana. Mas hoje também, ela que era tão sensível aos sofrimentos do próximo, nos convida a não aceitar com passividade os sofrimentos que têm raízes no egoísmo, que causam a miséria e fabricam os assassinos, os deserdados e excluídos da sociedade.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia