Santo do Dia 15 de Maio – Santo Isidoro (lavrador)

Santo do Dia 15 de Maio - Santo Isidoro lavrador

Santo Isidoro (lavrador)

Santo Isidoro nasceu em Madri, Espanha, no ano 1080. De família muito pobre, cedo foi trabalhar no campo. Todos os dias, ao cantar do galo, ele se levantava para ir à missa antes de iniciar o trabalho. Seu primeiro patrão o apreciava muito, não apenas por causa da disposição com que ele executava o serviço, mas sobretudo por sua honestidade e retidão de caráter. Entretanto, movidos por inveja e ciúme, alguns companheiros o acusaram de ausentar-se do trabalho alguns minutos por dia. De fato isso acontecia. Ele se ausentava para rezar, mas procurava compensar essa ausência, redobrando seu empenho e trabalhando na hora do almoço. Instigado pelos empregados, o proprietário exigiu, num determinado tempo, a entrega de toda a colheita do campo que lhe havia dado de meia para cultivar e o proibiu de deixar o trabalho para rezar. Mas Deus premiou a bondade e humildade de Isidoro, multiplicando o pouco trigo que havia nas tulhas. Tempos depois, Santo Isidoro viu-se obrigado a ir para Madri e, nessa cidade, foi trabalhar com um proprietário de terra mais compreensivo, chamado João Vargas. Novamente Isidoro foi alvo de invejas e maledicências e, sem se revoltar ou protestar, aceitou tranqüilamente mais esta provação. Intrigado com as atitudes de Isidoro, João Vargas resolveu tirar a limpo as acusações, escondendo-se perto do campo de trabalho para observá-lo melhor. Para surpresa sua, viu Isidoro ajoelhado, rezando, enquanto dois anjos executavam seu trabalho: um arava o campo e o outro guiava o carro de bois. O patrão que já admirava Isidoro, passou a ter por ele verdadeira devoção. Isidoro, contudo, jamais se aproveitou desse sentimento para usufruir de favores e continuou trabalhando com o mesmo empenho e humildade, repartindo com os mais pobres os bens materiais que adquiria com o suor de seu trabalho. Ele tinha sempre algo a dar aos mais necessitados, e até os passarinhos eram alvo de suas atenções e cuidados. Isidoro morreu no ano 1130 e foi canonizado pelo Papa Gregório XV, juntamente com Inácio de Loyola, Teresa de Ávila, Francisco Xavier e Felipe Néri.

Hoje Santo Isidoro que, ao contrário dos outros quatro companheiros canonizados juntamente com ele, conquistou a santidade no duro trabalho da lavoura e viu de perto o sofrimento ao qual muitas vezes são submetidos os trabalhadores braçais, nos convida a valorizar os trabalhadores manuais, a cuidar com desvelo da terra e a não poupar esforços em favor de uma reforma agrária séria e justa.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia