Santo do Dia 29 de Junho – São Pedro e São Paulo

Santo do Dia 29 de Junho - Sao Pedro e Sao Paulo

 

São Pedro e São Paulo

A solenidade da festa de São Pedro, o Príncipe dos Apóstolos, e de São Paulo, o Apóstolo dos Gentios, é uma das solenidades mais importantes do calendário litúrgico e também uma das mais antigas da Igreja, mais antiga ainda que a solenidade do Natal. A festa dos dois apóstolos já era celebrada no início do século IV, com três missas. A primeira na Basílica de São Pedro, no Vaticano, a segunda na Basílica de São Paulo, e a terceira nas catacumbas de São Sebastião onde ficavam as relíquias dos dois apóstolos. Pedro era de Betsaida, povoação situada na Galiléia, às margens do lago de Genesaré. Chamava-se Simão, e residia em Cafarnaum em companhia do irmão André, pescador, como ele. Paulo era judeu da tribo de Benjamin e chamava-se Saulo. Nasceu em Tarso, cidade da Cilícia, dois anos antes de Jesus, e por nascimento era cidadão romano. Enviado pelo pai, que era da seita dos fariseus, foi estudar em Jerusalém na escola do rabino Gamaliel e tinha, como um dos objetivos, preparar-se para combater o cristianismo. Além da Virgem Santíssima e de São João Batista, São Pedro e São Paulo são os santos mais comemorados e com maior solenidade. Além da festa de hoje, a Igreja comemora no dia 25 de janeiro a conversão de São Paulo, no dia 22 de fevereiro, a Cátedra de São Pedro, e no dia 18 de novembro, a festa da Dedicação das Basílicas de São Pedro e de São Paulo. Por muito tempo se pensou que São Pedro e São Paulo tivessem sofrido o martírio no ano 67, pois embora os fatos históricos referentes a eles sejam incontestáveis, havia muitas dúvidas quanto às datas de martírio dos dois. Hoje a grande maioria dos estudiosos da Bíblia concorda que Pedro morreu no ano 64, crucificado de cabeça para baixo e Paulo morreu decapitado no ano 67. Tudo indica também que a festa dos dois foi colocada nesse dia para ocupar o lugar de uma antiga celebração pagã que comemorava no dia 29 de junho a festa dos mitos Rômulo e Remo, considerados os fundadores da cidade de Roma. Apesar de Pedro e Paulo não terem sido os primeiros a levarem a fé cristã a Roma, são considerados os pais da Roma cristã.

Hoje, a maior homenagem que talvez possamos prestar a São Pedro e a São Paulo, considerados não apenas os pais da Roma cristã, mas colunas mestras de toda a Igreja, seja a de anunciar o Evangelho, com a mesma coragem e alegria com que eles o fizeram, conciliando a generosidade e o equilíbrio de Pedro com a audácia e a visão aberta e universalista de Paulo, e o amor e a fidelidade de ambos a Cristo e à sua Igreja.

 

>> Outro Santo do Dia