Santo do Dia 04 de Junho – São Francisco Caracciolo

Santo do Dia 4 de Junho - Sao Francisco Caracciolo

São Francisco Caracciolo

São Francisco Caracciolo nasceu no dia 13 de outubro de 1563, na Vila Santa Maria de Chieti, cm o nome de Ascânio Caracciolo. Aos 22 anos foi para Nápoles, a fim de completar seus estudos teológicos. Em Nápoles morava junto à Congregação dos Brancos da Justiça, uma obra de cunho humanitário cujos membros se dedicavam à assistência aos condenados à morte. Aos 25 anos de idade, recebeu uma carta de um padre napolitano, Agostinho Adorno, que pedia sua colaboração na organização de uma congregação, meio ativa, meio contemplativa, que estava organizando. Como essa congregação correspondia ao tipo de vida que ele procurava, Ascânio foi ao encontro de Adorno, vindo a ser um dos co-fundadores da “Congregação dos Clérigos Regulares Menores”. O interessante era que o destinatário da carta era, na verdade, o primo homônimo seu que fazia parte da Congregação dos Brancos da Justiça. O engano do Correio mudou por completo a vida de Ascânio que, ao ingressar na Ordem, em homenagem a São Francisco, por quem tinha uma grande devoção, mudou seu nome para Francisco Caracciolo. A ele se deve, além dos votos de pobreza, obediência e castidade, natural a toda Congregação, a introdução de mais um voto: não aceitar qualquer dignidade eclesiástica. Em julho de 1588 a regra foi aprovada pelo Papa Xisto V e em 1593 ainda na apertada casa, perto da Igreja da Misericórdia, a Congregação realizou seu primeiro Capítulo Geral, quando Francisco, por obediência, viu-se obrigado a aceitar o cargo de Superior Geral. Quando seu mandato terminou, ele foi para a Espanha onde fundou uma casa religiosa em Valladolid e um colégio em Alcalá. São Francisco foi o mestre de noviços em Madri e Superior da Casa de Santa Maria Maior, em Nápoles. As múltiplas atividades terminaram por enfraquecer de vez sua débil saúde e, durante uma estada em Agnone, ele caiu gravemente enfermo, morrendo no dia quatro de junho de 1608. Seu corpo foi trasladado para Nápoles e sepultado na Igreja de Santa Maria Maio. Foi canonizado pelo Papa Pio VII em 24 de maio de 1087 e em 1840 foi eleito co-padroeiro da cidade de Nápoles.

Hoje São Francisco Caracciolo, que teve uma vida totalmente mudada, a partir de uma entrega errada de correspondência, nos convida a ter olhos e coração abertos para ver e ouvir o chamado do Senhor que às vezes acontece de modo visível de direto, outras vezes através dos acontecimentos mais inusitados e, até mesmo, em meio aos erros e desencontros da vida.

>> Outro Santo do Dia