Santo do Dia 21 de Julho – São Lourenço de Brindes

Santo do Dia - 21 de Julho - Sao Lourenco de Brindes

São Lourenço de Brindes

São Lourenço de Brindes nasceu em 1559, na Itália. Seus pais lhe deram o nome de Júlio César Russo, esperando que ele seguisse o exemplo de garra e coragem do imperador Júlio César. Como o lugar onde moravam era alvo de constantes invasões por parte dos sarracenos e sua família, como tantas outras da região, vivia temerosa, sempre na expectativa de surpresas desagradáveis, quando sua mãe ficou viúva, a família mudou-se para Veneza. São Lourenço foi realmente um menino prodígio. Aos seis anos já enchia de orgulho o coração dos pais, pela extraordinária capacidade que tinha de aprender de cor páginas inteiras de livros que depois declamava em público e até no púlpito da catedral. Muito novo ainda fixou de cor toda a Bíblia e decorava os sermões ouvidos na igreja para repeti-los aos jovens de sua idade. Aos 16 anos de idade entrou para a Ordem dos Capuchinhos, em Veneza, professando os votos com o nome de frei Lourenço de Brindes. Daí seguiu para a Universidade de Pádua, a fim de completar sua formação. Aos 23 anos recebeu a ordenação sacerdotal. Era um observante rigoroso da penitência e da disciplina religiosa. Por cerca de 20 anos pregou na Itália e na Alemanha. Em 1602 foi elevado ao cargo de ministro geral da Ordem. Por ser muito preparado e dominar várias línguas, entre as quais o grego e o hebraico, assumiu na Ordem os cargos mais importantes. Excelente diplomata, foi verdadeiro embaixador da paz, junto a príncipes e reis em discórdia. Nos últimos 15 anos de sua vida foi várias vezes encarregado pela Santa Sé das mais altas e difíceis missões diplomáticas. São Lourenço de Brindes faleceu em Lisboa, no dia 22 de julho de 1619, onde se encontrava, a fim de tratar com Filipe II, da Espanha, sobre a situação dos napolitanos que estavam sendo oprimidos pelo vice-rei. São Lourenço de Brindes foi canonizado em 1881 e, em 1959, o Papa João XXIII o declarou Doutor da Igreja.

Para o mundo de hoje que se curva ante os luminares do intelecto, mas despreza as pessoas simples, São Lourenço de Brindes lembra que nem sempre as pessoas inteligentes e cultas podem ser consideradas, do ponto de vista cristão, pessoas sábias. Segundo o conceito bíblico, sábio vem de sabor, e não de saber. Sábio portanto, não é aquele que detém o conhecimento das ciências humanas, nem mesmo aquele que sabe coisas sobre Deus, mas aquele que vivencia, experimenta e saboreia Deus em sua vida.

 

>> Outro Santo do Dia