Santo do Dia 05 de Julho – Santo Antônio Maria Zaccaria

Santo do Dia 05 de Julho – Santo Antônio Maria Zaccaria

Santo Antônio Maria Zaccaria

Antônio Maria Zacaria nasceu em Cremona, Itália, por volta do ano 1502, numa rica família de origem genovesa. Sua mãe, cristã exemplar, sempre disposta a socorrer os pobres, ficou viúva e não mais se casou a fim de dedicar-se à criação e educação do filho único. Possivelmente inspirado pela mãe, Antônio Maria escolheu inicialmente estudar medicina, com o objetivo de prestar assistência médica às pessoas humildes e menos favorecidas que não podiam pagar e necessitavam de cuidados médicos. Ao tempo em que cuidava da saúde do corpo dos doentes, cuidava também da saúde do espírito, ensinando-lhes o catecismo e anunciando-lhes a Boa Nova do Evangelho, através de pregações simples, mas convincentes. A certa altura da vida ele abandonou a medicina e em 1528, aos 26 anos, foi ordenado sacerdote. Foi então para a cidade de Milão e lá, juntamente com mais dois amigos, Tiago Morigia e Bartolomeu Ferrari, fundou a Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo, cujo carisma era evangelizar e administrar os sacramentos, e promover a reforma do clero e dos leigos. Apesar de obedecerem a uma Regra e professarem votos religiosos, não se consideravam nem monges nem frades. Por residirem junto à igreja de São Barnabé a Ordem ficou conhecida como Congregação dos Padres Barnabitas. Ao lado desta obra, e com a ajuda de Ludovica Torelli, Santo Antônio Maria Zaccaria fundou a Congregação das Angélicas de São Paulo voltada para o apostolado feminino. Grande devoto da Eucaristia, tudo indica que se deve a ele a instituição das 40 horas ininterruptas de adoração ao Santíssimo Sacramento. Santo Antônio Maria Zaccaria morreu muito cedo, antes de completar 37 anos, no dia cinco de julho de 1539, na mesma casa onde nasceu e para a qual voltou, ao sentir que se aproximava a hora da morte. Morreu assistido pela corajosa mãe que, para não ser um obstáculo à vocação do filho, aceitou viver toda uma vida na solidão. A Congregação fundada por ele, muito pequena e humilde foi dizimada pela peste de 1630.

Hoje, Santo Antônio Maria Zacaria que quis ser médico para cuidar da saúde do corpo e sacerdote para cuidar da alma do irmão, nos lembra que profissão e vocação são coisas diferentes, mas não opostas. As duas se encontram e se harmonizam admiravelmente, vez que é, de modo especial no exercício da profissão, que o cristão leigo é chamado a viver a sua vocação batismal.

 

>> Outro Santo do Dia