Santo do Dia 25 de Janeiro – Conversão de São Paulo

Santo do Dia 25 de Janeiro - Conversao de Sao Paulo

Conversão de São Paulo

A festa da Conversão de São Paulo surgiu no século VI e é própria da Igreja Latina. São Paulo nasceu em Tarso, capital da Cilícia, por volta do ano 10 da era cristã, com o nome de Saulo. Era judeu, da tribo de Benjamin e também cidadão romano, porque a cidade de Tarso, por sua adesão nas lutas civis em favor dos imperadores Júlio César e depois Augusto, havia sido elevada à categoria de município de Roma. Fez os primeiros estudos em Tarso onde aprendeu as ciências gregas. Depois foi para Jerusalém onde freqüentou a escola de Gamaliel, aprendendo com ele as leis e costumes judeus. No início se destacou como perseguidor furioso e implacável dos cristãos, tendo inclusive sido conivente com o assassinato do primeiro mártir da era cristã, Santo Estêvão. Sua conversão ocorreu, quando ele se dirigia a Damasco, com a incumbência de prender todos os cristãos que encontrasse. Achava-se já perto da cidade, quando uma luz intensa o ofuscou, em pleno meio dia. Caído do cavalo, prostrado em terra, sentindo-se profundamente envolvido pelo amor de Cristo, fez aquela pergunta tão conhecida de todos nós: “Senhor, que queres que eu faça?”. A partir desse fato, sua vida mudou de rumo. Reconheceu suas culpas, mas não ficou se remoendo em remorsos. Ao contrário, confiou e entregou-se plenamente à misericórdia do Senhor. Da experiência vivida na estrada de Damasco, tirou uma consoladora conclusão: “Jesus veio para salvar os pecadores dos quais eu sou o primeiro, e é exatamente por isso que alcancei misericórdia”. De feroz perseguidor de Cristo e de sua Igreja, tornou-se seu incondicional apóstolo. Para anunciar o Evangelho de Jesus, Paulo viajou por todo o mundo conhecido de então, pregando de modo especial aos pagãos. Por isso ficou conhecido como o apóstolo dos gentios. Através do Livro dos Atos dos Apóstolos, escrito por Lucas e das 14 cartas ou epístolas que ele mesmo escreveu às comunidades de seu tempo, é que sabemos muito a seu respeito. São Paulo é considerado uma das principais colunas do cristianismo.

Hoje, como no passado, há na vida de cada um de nós, uma estrada que leva a Damasco. Lá Deus nos espera e nos chama. Cabe a nós decidir se fechamos os ouvidos à sua voz ou se abrimos para ele nossos ouvidos e nosso coração e damos um novo direcionamento às nossas vidas. De uma coisa podemos ter certeza: por mais frágeis que sejamos, por mais pecados que tenhamos, nunca é tarde para responder como São Paulo: “Senhor, que queres que eu faça?”

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia