Santo do Dia 20 de Janeiro – São Sebastião

Santo do Dia 20 de Janeiro - Sao Sebastiao

São Sebastião

São Sebastião viveu no século III. Seus pais eram da cidade de Milão, Itália e o educaram na fé cristã. Era uma pessoa amável, mansa, generosa, prudente. Essas qualidades logo o fizeram conhecido e apreciado na Corte dos Imperadores onde chegou a ser um dos favoritos do Imperador Diocleciano que o nomeou capitão da Primeira Divisão da Guarda Pretoriana. Embora fosse um cristão ardoroso, moderava esse ardor debaixo do uniforme de soldado, a fim de usar seu cargo e autoridade em favor dos cristãos perseguidos. Discretamente socorria com esmolas os necessitados, consolava os perseguidos, animava os desencorajados, tudo com a finalidade de levar, tanto os prisioneiros quanto os soldados, a conhecerem, amarem e se comprometerem com Jesus Cristo. Dizem que o próprio governador de Roma, Cromácio, e seu filho Tibúrcio, foram convertidos por ele, e que por causa disso ambos foram martirizados. O sucessor de Cromácio, Fabiano, sabendo que Sebastião protegia e animava os cristãos a manterem viva a sua fé, denunciou-o ao Imperador que o colocou diante de duas alternativas: Cristo ou o Exército Romano. Diante do Imperador São Sebastião, declarou sua opção por Cristo e confessou publicamente ser cristão. Indignado, o imperador acusou-o de traição à pátria, condenando-o à morte. Foi ele, então, amarrado a um tronco e teve seu corpo varado por flechas, na presença da Guarda Pretoriana à qual havia pertencido, mas como era fisicamente forte, sobreviveu aos ferimentos. Mesmo ferido, apresentou-se ao Imperador o censurou-o pelas perseguições e injustiças cometidas contra os cristãos. O Imperador, irritado e surpreso por ele estar ainda vivo, mandou açoitá-lo até à morte e ordenou que seu corpo fosse jogado numa vala comum. Uma mulher piedosa e cristã conseguiu porém retirar seu corpo da fossa e o enterrou nas catacumbas da via Ápia, em Roma. Esses fatos aconteceram entre os anos 284 e 288. São Sebastião está enterrado nas catacumbas que têm o seu nome.

Hoje são Sebastião nos convida a desrespeitar as leis que, embora sejam legais, não são justas na medida em que oprimem e massacram os mais pobres e fracos. Hoje São Sebastião estimula todos nós que exercemos atividades públicas e estamos investidos de alguma autoridade, a colocarmos nosso poder e nossa autoridade a serviço de uma sociedade comprometida com a liberdade e a dignidade da pessoa humana.

 

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia