Santo do Dia 09 de Janeiro – Santo Adriano

Santo do Dia 09 de Janeiro - Santo Adriano

Santo Adriano

Santo Adriano nasceu na África e viveu entre os séculos VI e VII. Quando o arcebispo de Cantuária faleceu, o então Papa São Vitalino quis que Adriano o sucedesse, mas Adriano pediu-lhe que em seu lugar nomeasse o monge grego, Teodoro. O Papa concordou, mas colocou, como condição, que Adriano acompanhasse Teodoro à Inglaterra, a fim de ajudá-lo em sua missão. A viagem transcorreu com muitos problemas. Ao passar pela França, Adriano foi detido. Sendo africano, despertou nos franceses a suspeita de que se encontrava a serviço do imperador do Oriente e estivesse se dirigindo para a Inglaterra com a finalidade de armar intrigas contra a França. Teodoro seguiu viagem sozinho e só muitos meses depois, em 668, Adriano chegou à Inglaterra. Foi muito bem recebido, e logo posto à frente da Abadia de São Pedro e São Paulo Por 30 anos, Santo Adriano dirigiu essa Abadia e a transformou num foco de humanismo e fervor religioso. Criou em Cantuária uma escola para monges e colocou ao lado das disciplinas religiosas, temas como astronomia, poesia e cálculo de calendário. Grande pesquisador da Escritura Sagrada, ele mesmo ensinava grego e latim, e segundo o Venerável Beda, boa parte dos monges falava essas duas línguas tão bem como a língua pátria. Adriano, que tinha como um dos traços fortes de sua personalidade a obediência ao Papa, foi o mais eficaz dos colaboradores de Teodoro cujo episcopado, por sua vez, foi um dos mais brilhantes e decisivos na história da Igreja, na Inglaterra. Aí viveu 39 anos, dedicando sua vida totalmente a serviço da Igreja. Santo Adriano iluminou muitos, com seu exemplo de vida profundamente calcado no Evangelho e os ingleses encontraram nele um verdadeiro guia e pai espiritual. Santo Adriano morreu no ano 710.

Para o mundo de hoje, pontilhado de desconfianças, traições e disputas de poder, Santo Adriano, que foi supostamente taxado de inimigo dos franceses, e que mais tarde se tornou um guia e pai espiritual para os ingleses, nos lembra que as dificuldades, os julgamentos precipitados e injustos, podem até retardar nossa missão, mas jamais deverão nos afastar do compromisso de evangelizar. Com seu exemplo de vida, Santo Adriano nos lembra que o verdadeiro missionário jamais perde a esperança e, por isso, é capaz de enxergar, para além dos obstáculos e pedras do caminho, alguém que quer conhecer Jesus, um campo propício para acolher a Boa Nova.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia