Santo do Dia 15 de Fevereiro – São Teotônio

Santo do Dia 15 de Fevereiro - Sao Teotonio

São Teotônio

São Teotônio nasceu perto de Valença, no Minho, em Portugal. Começou os estudos no mosteiro beneditino de Ganfei e depois foi para Coimbra, a fim de estudar Teologia. Já adulto, foi chamado por seu tio Teodorico que o ordenou sacerdote e praticamente o obrigou a aceitar o cargo de prior do mosteiro de nossa Senhora de Viseu. Como prior, São Teotônio revelou-se um excelente diretor espiritual e um competente administrador, não apenas cuidando das coisas materiais do mosteiro, mas e, sobretudo, dando um testemunho de vida que muito edificou o clero. Muito humilde, preferindo viver longe dos cargos e mordomias, ele resolveu fazer uma peregrinação a Jerusalém. Nomeou um sacerdote de nome Honório para substituí-lo em sua ausência e ao voltar passou para ele o cargo. São Teotônio recusou terminantemente o cargo de bispo, preferindo dedicar-se ao Ministério da Palavra. Depois de uma segunda peregrinação a Jerusalém, ele voltou para Coimbra onde, juntamente com 11 sacerdotes, fundou uma nova congregação, a Congregação de Cônegos Regulares. Aos 28 anos, contando com a ajuda e apoio e na presença de Dom Afonso I que muito o admirava, São Teotônio lançou a primeira pedra do Mosteiro de Santa Cruz que, graças à sua direção e incentivo, tornou-se um foco de cultura e santidade. Foi eleito prior do mosteiro, cargo que exerceu por cerca de 25 anos, quando também a ele renunciou ao completar 70 anos de idade. São Teotônio viveu ainda dez anos no Mosteiro, como simples religioso, entregue à oração e à contemplação. Faleceu aos 80 anos de idade. Seu corpo repousa no Mosteiro de Santa Cruz. É o padroeiro principal da Diocese e da cidade de Viseu.

Para os que hoje lutam com unhas e dentes para desfrutar das benesses e mordomias que os cargos proporcionam e equivocadamente os usam em benefício próprio e não para favorecer e promover o bem comum, São Teotônio que não se deixou seduzir nem escravizar pelo prestígio e brilho do poder, nos ensina, com seu testemunho de vida que poder é serviço, que quaisquer cargos, sejam eles particulares, públicos ou religiosos, devem ser colocados a serviço do bem estar e da felicidade do povo. Hoje também São Teotônio que teve por longo tempo o poder nas mãos, mas não se deixou escravizar por ele, nos diz que livre não é quem tem o poder de decidir e mandar, mas quem pode ser ele mesmo, na comunhão com os irmãos.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia