Santo do Dia 02 de Fevereiro – Apresentação do Senhor

Santo do Dia 02 de Fevereiro - Apresentacao do Senhor

Apresentação do Senhor

A Festa da Apresentação do Senhor, inicialmente chamada de Festa da Purificação de Nossa Senhora, é uma das mais antigas do cristianismo e começou a ser celebrada no século IV, com pregações, celebrações e procissões. Segundo a lei judaica, 40 dias após o parto, se fosse menino e 80 dias, se fosse menina, a mãe devia ir ao templo apresentar o menino ou menina ao Senhor, e entregar sua oferta ao sacerdote. Esse rezava sobre ela e, após essa cerimônia ela era considerada purificada, podendo voltar a fazer parte da comunidade e freqüentar a sinagoga. Claro que Maria, pelo fato de não ter pecado não poderia estar sujeita à lei, mas ela vai ao templo e, porque é pobre, oferece apenas dois pombinhos. Com esse gesto, ela dá um exemplo de obediência e cidadania, mas sobretudo uma grande lição de humildade. Hoje, em muitas igrejas, se realiza a bênção das velas. Os fiéis fazem uma procissão carregando velas acesas, símbolo de Jesus Cristo que, ao ser apresentado no templo, foi saudado pelo velho profeta Simeão, como a Luz que veio para iluminar as nações. O rito da bênção e a procissão das velas se inspiram nas palavras proféticas pronunciadas pelo velho Simeão, no momento em que acolheu Jesus nos braços: “Meus olhos viram a tua salvação que preparaste diante de todos os povos, como luz para iluminar as nações”. Havia também naquele tempo uma profetisa chamada Ana que servia a Deus no templo dia e noite, jejuando e rezando e que, ao ver o Menino, entoou louvores ao Senhor e dele falava a todos que esperavam a salvação de Israel. Inicialmente essa festa foi denominada Festa da Purificação de Nossa Senhora, para lembrar o rito da purificação segundo a lei mosaica. Com a reforma litúrgica de 1960, a fim de ressaltar o sentido principal do acontecimento, que é a apresentação solene de Jesus a Deus, a Igreja passou a chamar a festa da Apresentação do Senhor. Entre outros nomes essa festa é também conhecida como Festa de Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora das Candeias.

No passado, Maria foi ao templo para cumprir o rito judaico da purificação e apresentar a Deus, seu filho Jesus. Hoje nós também somos chamados a purificar-nos e a purificar o mundo, através da oferta de nossa vida a Deus e aos irmãos. E, assim como a profetisa Ana não se cansava de falar de Jesus, também nós, pelo nosso batismo, somos convocados a anunciar ao mundo mergulhado na escuridão do pecado, aquele que, como disse o profeta Simeão, é a Verdadeira Luz do mundo.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia