Santo do Dia 20 de Dezembro – São Domingos de Silos

Santo do Dia 20 de Dezembro - Sao Domingos de Silos

São Domingos de Silos

São Domingos de Silos nasceu mais ou menos no ano 1000, na pequena vila de Cañas, província de Navarra, Espanha. Quando jovem, foi guardador de ovelhas. Ordenado sacerdote, passou mais de um ano na família e depois, compreendendo a necessidade de solidão, silêncio e oração, foi viver como eremita. Após essa experiência de vida ingressou no convento dos beneditinos de Santo Emiliano onde logo foi designado para mestre dos noviços. Algum tempo depois recebeu a missão de restaurar o convento de Santa Maria de Cañas e, mais tarde, foi convidado para ocupar o cargo de prior do Convento de Santo Emiliano. Certo dia, Garcia de Nájera, o príncipe de Navarra, achando-se sem recursos financeiros para custear suas guerras, foi ao convento, exigindo o pagamento de uma soma exorbitante. Os monges estavam dispostos a atender, mas São Domingos não cedeu às pressões e deu um ‘não’ humilde, mas categórico. Irritado, Dom Garcia ameaçou cortar-lhe a língua e furar-lhe os olhos, passando a perseguí-lo furiosamente por onde quer que ele fosse. São Domingos, viu-se obrigado a exilar-se em Burgos, onde foi muito bem recebido por Fernando Magno, rei de Castela e Aragão. Como não quisesse ficar no palácio, o rei deu-lhe o mosteiro de São Sebastião de Silos, que estava situado fora da cidade e praticamente arruinado pelas guerras árabes. São Domingos restaurou o mosteiro, fundou uma biblioteca na qual reuniu numerosos manuscritos em caracteres visigóticos e trouxe para o mosteiro homens de letras e de ciência. Muito culto, ele exerceu grande influência política e religiosa, tendo sido um dos homens mais populares da Espanha. Conta-se que ele libertou muitos escravos cristãos que haviam sido aprisionados pelos mouros. A ele são atribuídos vários milagres realizados ainda em vida. São Domingos morreu em Silos, no dia 20 de dezembro de 1073 e foi enterrado na então Abadia de São Sebastião que pouco a pouco foi perdendo o nome, terminando por adotar o de Abadia de São Domingos de Silos.

Hoje São Domingos de Silos que, por não se dobrar à tirania de um príncipe violento e cruel foi ameaçado de ter os olhos vasados, traz uma mensagem para todos nós que nos preparamos para celebrar o Natal de Jesus: Embora as luzes que enfeitam nossas casas sejam bonitas e alegrem nossos olhos, a única luz capaz de iluminar nossa vida e trazer paz ao nosso coração é a luz da estrela de Belém, porque é a única que conduz àquele, que é o Rei do Universo, o Príncipe da Paz, a verdadeira Luz do Mundo.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia