Santo do Dia 19 de Dezembro – Urbano V

Santo do Dia 19 de Dezembro - Urbano V

Urbano V

Santo Urbano nasceu na França, em 1310, com o nome de Guilherme de Griomoard. Desde muito cedo mostrou-se avesso às futilidades do mundo. Bem jovem entrou na abadia beneditina de Chirac onde recebeu sólida formação cultural. Proferiu os votos no convento de São Vítor em Marselha e depois ingressou na Congregação de Cluny. Formou-se em Direito Canônico e Civil, tendo ensinado nas Universidades de Montpelier, Toulouse, Paris e Avignon. Na época em que os Papas residiam em Avinhão, ele foi Delegado Pontifício na Lombardia e no Reino de Nápoles. Para preparar o regresso do Papa para Roma, Guilherme desenvolveu uma enorme atividade diplomática na Itália. No final do ano 1362, sucedeu a Inocêncio VI com o nome de Urbano V e foi um dos sete Papas a residirem em Avinhão, no período compreendido entre 1309 a 1377. Seu pontificado foi marcado pelo envio de missionários para as Índias, China e Lituânia, pela pregação de uma nova cruzada, pelo apoio aos estudos eclesiásticos e por reformas na administração da Igreja. Entendendo que havia chegada a hora de voltar para Roma, embarcou em Marselha no dia 19 de maio de 1367 e no dia 16 de outubro entrou em Roma, sendo acolhido pela população em festa. Transformou a cidade de Roma num verdadeiro canteiro de obras, porém mais que a restauração das coisas materiais, ele se preocupou com a reconstrução espiritual da Igreja, promovendo a unidade entre os cristãos, através da união da Igreja grega com a Igreja latina. Infelizmente essa pacificação não teve efeito duradouro, e no dia 26 de setembro de 1370, apesar das súplicas e pedidos de muitos, inclusive de Santa Brígida, ele voltou para Avinhão. Algum tempo antes de morrer, mudou-se para a casa de seu irmão, pois não queria acabar sua vida num palácio. Por sua ordem, as portas da casa mantinham-se permanentemente abertas, para que todos pudessem entrar livremente e “ver como morre um Papa”. No dia 19 de setembro deste mesmo ano, voltou para a casa do Pai.

Hoje Santo Urbano que, como Papa, colocou como uma das metas de seu pontificado a união entre cristãos gregos e latinos, convida os cristãos a quebrarem as grades e derrubarem os muros que os separam, a fim de que juntos, como irmãos, possam testemunhar no mundo o Evangelho de Jesus Cristo, que é o da unidade, da dignidade e da paz entre todas as criaturas.

 

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia