Santo do Dia 17 de Dezembro – São Lázaro

Santo do Dia 17 de Dezembro - Sao Lazaro

São Lázaro

São Lázaro morava em Betânia, na Judéia, e era irmão de Marta e Maria. Era em sua acolhedora casa, distante cerca de três quilômetros de Jerusalém que Jesus costumava se hospedar, para descansar das longas caminhadas e gozar da agradável companhia e amizade dos três irmãos. Para lembrar essa especial predileção de Jesus por Lázaro e sua família, todo ano, a partir do século IV, os cristãos de Jerusalém, na véspera da celebração do Dia de Ramos, iam em procissão até Betânia, onde, sobre o túmulo de Lázaro, ouviam o diácono proclamar o Evangelho de João que narra com detalhes a revificação de Lázaro. Aliás, São João é o único dos quatro evangelistas que narra esse episódio. Segundo São Jerônimo, a casa de Betânia e o túmulo de Lázaro eram locais de peregrinações já nos primeiros tempos do cristianismo. Ainda de acordo com outras informações, na época medieval foi construído um mosteiro ao lado do túmulo. Lázaro teve dois túmulos. O primeiro no local onde, após suas irmãs e amigos terem perdido toda esperança, Jesus o chamou de volta à vida, e o segundo na cidade de Chipre onde, de acordo com uma antiga tradição oriental, ele foi bispo e morreu martirizado. As informações sobre as circunstâncias e local da morte de Lázaro são desencontradas, mas com certeza é destituída de qualquer fundamento a narração segundo a qual ele e suas irmãs teriam sido jogados numa barca sem leme e sem remo e deixados à mercê das ondas que teriam empurrado a barca até Proença. De acordo com os franceses, Lázaro foi eleito bispo de Marselha e sofreu o martírio na época da perseguição de Nero. Antigos afrescos encontrados na ilha de Chipre parecem confirmar a presença de Lázaro naquela cidade. No ano 900 o imperador Leão VI, chamado o Filósofo, transportou as relíquias de Lázaro de Chipre para Constantinopla.

No mundo de hoje onde a hospitalidade vem perdendo a característica da gratuidade, onde a verdadeira amizade não encontra eco nos corações das pessoas, o episódio da volta à vida de Lázaro nos convida a uma reflexão: se não podemos, como Jesus, restituir literalmente a vida aos que morrem, podemos, com nossa presença amiga e solidária, ajudar as pessoas a saírem dos túmulos do desemprego, do analfabetismo e da injustiça, despertar nas pessoas abatidas pela solidão, a esperança numa sociedade onde a amizade e a hospitalidade possam recuperar seus verdadeiros significados.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia