Santo do Dia 15 de Dezembro – Santa Maria Crucificada de Rosa

Santo do Dia 10 de Dezembro - Santa Maria Crucificada de Rosa

Santa Maria Crucificada de Rosa

Santa Maria Crucificada de Rosa nasceu em 1813, em Bréscia, Itália, com o nome de Paula Francisca Maria. De família nobre, muito cedo ela perdeu a mãe, e como a família era numerosa, ela teve que assumir a administração da casa. Mas, ao lado dos trabalhos e preocupações domésticas, ela começou a envolver-se com os problemas sociais, principalmente aqueles que diziam respeito às operárias pobres e aos empregados da indústria de seu pai. Esse tentou casá-la com um rapaz pertencente à nobreza, mas seu orientador espiritual, padre Francisco Pinzoni, um sacerdote equilibrado e prudente, conseguiu demovê-lo da idéia. A vida de Maria Francisca mudou radicalmente, quando no ano 1836 uma grande epidemia de peste assolou a Itália, e ela resolveu entregar-se de corpo e alma aos cuidados com os doentes. Os estragos causados pela epidemia fizeram-na dar o passo definitivo. Enfrentou a resistência do pai, até conseguir autorização para seguir sua vocação. Ajudada por Gabriela Bernati, também de família nobre, ela fundou a Congregação das Servas da Caridade. Depois da peste veio a guerra contra a Áustria, e ambos os acontecimentos deixaram um rastro de morte e desolação na Itália. A cidade de Bréscia que já havia sofrido os efeitos da peste, passou agora a sentir os efeitos da guerra conta os austríacos. Maria Crucificada e suas companheiras trabalharam incansavelmente cuidando dos doentes e feridos. A consolidação da Congregação foi difícil, mas pouco a pouco ela foi se firmando e se expandindo, e o trabalho das irmãs passou a ser reconhecido. Em 1850 ela solicitou do Papa a aprovação do novo Instituto, e no ano 1542, ela e mais 25 irmãs fizeram os votos religiosos de pobreza, castidade e obediência. A esses votos as Servas da Caridade acrescentaram o voto de dedicar a vida ao cuidado com os doentes e portadores de peste. Hoje a Congregação se encontra espalhada por todos os continentes. Maria Crucificada faleceu em 15 de dezembro e foi canonizada por Pio XII em 1954.

Hoje Santa Maria Crucificada de Rosa que, por amor a Jesus teve a coragem de sair de si para ir ao encontro das pessoas que, no seu tempo, sofriam a dor das enfermidades físicas e sociais, nos convida a sairmos do nosso comodismo e egoísmo, para assumir concretamente as angústias e sofrimentos do mundo. Não basta saber o que a palavra de Deus diz. É preciso querer fazer o que ela pede. É preciso fazer o que ela diz.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia