Santo do Dia 11 de Dezembro – São Dâmaso

Santo do Dia 11 de Dezembro - Sao Damaso

São Dâmaso

São Dâmaso nasceu no ano 305 e é de origem espanhola. Viveu num tempo difícil, com a Igreja abalada pela heresia conhecida pelo nome de arianismo, assim chamada porque tinha em Ário seu mais ardente defensor, e que negava a natureza divina de Jesus e colocava em risco a unidade da Igreja. São Dâmaso foi eleito Papa em meio a disputas acirradas e governou a Igreja de 366 a 384. Uma de suas primeiras medidas foi destituir dos cargos os bispos vinculados ao arianismo, e estabelecer a “Autoridade da Sé Apostólica”, firmando o princípio de comunhão de todas as Igrejas particulares com a Igreja em Roma, e da jurisdição da Igreja de Roma sobre as demais Igrejas. Foi São Dâmaso quem incentivou são Jerônimo, que era seu secretário, a aprofundar os estudos bíblicos e a traduzir a Bíblia para a língua do povo, no caso, o latim. Como devotava um culto todo especial aos mártires, tomou para si a incumbência de procurar, escavar e identificar seus túmulos. Homem muito culto e fino escritor, marcava os túmulos dos mártires com elogios fúnebres e poéticos. Seu trabalho em prol da preservação das catacumbas o coloca como o pioneiro da arqueologia cristã. Por causa de seu trabalho, das inscrições que redigiu e mandou colocar nos túmulos dos mártires, ficou conhecido como o “Papa das Catacumbas”. Na chamada cripta dos Papas, por ele explorada nas catacumbas de São Calisto, no fim de uma longa inscrição, ele assim escreveu: “Aqui eu, Dâmaso, gostaria de ser sepultado, mas temo perturbar as piedosas cinzas dos mártires”. São Dâmaso morreu com quase 80 anos de idade e foi sepultado num túmulo humilde que havia mandado preparar, num lugar solitário, longe das sepulturas dos mártires. Tempos depois seus restos mortais foram trasladados para a igreja de São Lourenço.

A admiração e a devoção aos mártires, tão forte em  São Dâmaso, não é um sentimento alienador, pois é na força e testemunho desses santos homens e mulheres que deram a vida pela causa do Evangelho, que o povo encontra motivação para sua fé, e força para denunciar a violência e a dominação que atingem e martirizam especialmente os mais pobres e fracos. Hoje São Dâmaso nos lembra que, assim como somos chamados a venerar os mártires que no passado deram sua vida pela fé também somos chamados a venerar os mártires dos nossos dias, padres, religiosos e leigos, santos anônimos que, com seu sangue, estão animando e regando de esperança a vida da Igreja.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

 

>> Outro Santo do Dia