Santo do Dia 12 de Agosto – Santa Beatriz

Santo do Dia 12 de Agosto - SantaBeatriz

Santa Beatriz

Santa Beatriz nasceu no ano 1424, em Portugal. De família nobre, foi educada desde muito cedo no exercício das virtudes cristãs, tendo os frades capuchinhos exercido uma enorme influência em sua formação. Segundo uma de suas biógrafas, ela era belíssima, prudente, amável, gentil, inteligente e muito devota da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. Beatriz viveu na Corte onde era dama de honra de Isabel, infanta de Portugal e rainha de Castela. Embora não fosse indiferente ao calor humano dos que a rodeavam, mesmo em meio ao luxo, ao fausto e intrigas da Corte, manteve-se fiel ao propósito de amar a Deus acima de tudo e de todos. A sua beleza despertou a inveja da rainha que tentou matá-la, trancando-a numa enorme arca. Quando, após três a quatro dias a arca foi aberta, para espanto de todos, Beatriz estava viva. Esses dias passados na arca não foram perdidos, pois ela os usou para meditar, refletir e crescer espiritualmente. Após ser libertada, abandonou a Corte e foi para Toledo onde ficou, não como freira, mas como pensionista, no antigo Convento de São Domingos, em Silos. Somente trinta anos depois, Beatriz se sentiu pronta para realizar o sonho que começou a acalentar, durante o período em que esteve presa na arca. Um dia, ao ser visitada por sua prima, a rainha Isabel, chamada “a Católica”, e cuja mãe quis matá-la, comunicou-lhe a intenção de fundar a Ordem da Imaculada Conceição. A rainha apoiou-a, ofereceu-lhe o palácio da Igreja de Santa Fé, e para lá Beatriz seguiu acompanhada de 12 jovens, dando início à Ordem da Imaculada Conceição cuja Regra composta por ela, foi posteriormente aprovada pelo Papa. A tomada de hábito das religiosas foi marcada para o dia nove de agosto, mas Beatriz morreu exatamente nesse dia. Oito dias após sua morte, por determinação do provincial dos franciscanos, as noviças fizeram a profissão religiosa e Filipa da Silva, sobrinha de Santa Beatriz, foi eleita a primeira abadessa da Ordem.

Vivemos numa sociedade pragmática e imediatista, onde a eficiência e a pressa pelos resultados transformou-se em obsessão. Hoje Santa Beatriz, que morreu antes de ingressar oficialmente na Ordem com a qual sonhara, nos lembra que a nós não cabe colher os frutos. A nós cabe lançar a semente do Evangelho e deixar que a graça de Deus a faça germinar na hora e no tempo certo. A nós cabe sonhar, porque é no sonho que tudo começa. Sem sonho não há semeadura. Nem colheita.

 

>> Outro Santo do Dia