Santo do Dia 20 de Abril – São Teodoro

Santo do Dia 20 de Abril - Sao Teodoro

São Teodoro

Há na Igreja 40 santos com o nome de Teodoro ou Teodora. O santo que celebramos hoje nasceu em Sicea, na Galácia, na metade do século VI. Segundo se conta, ele nasceu de um parto dificílimo sob a proteção de São Jorge que durante toda a vida ele venerou e considerou, como seu guia e protetor. Embora a mãe não estivesse muito de acordo, e até tentasse impedir seus gestos e atitudes piedosas, conta-se que, aos oito anos de idade, ele já deixava a casa e as diversões da época para se entregar à oração na capela de São Jorge. Já mais crescido, a fim de afastar-se do barulho do mundo e voltar-se inteiramente para Deus, cavou uma gruta sob a capela, e nesse lugar passou muitos anos. Muito magro e pálido, vivendo quase que sepultado naquela gruta, terminou por despertar a curiosidade do povo da cidade. O bispo da vizinha cidade de Anastasiópolis chamou-o para perto de si e, embora sem ter Teodoro alcançado a idade canônica, ordenou-o sacerdote. Como sacerdote, Teodoro intensificou mais ainda sua vida de oração e penitência. Foi em peregrinação à Terra Santa, visitou mosteiros e as pequenas celas dos eremitas que viviam no deserto. Por fim tomou o hábito religioso e, junto com outros companheiros, fundou uma comunidade, colocando-a sob a proteção de São Jorge. Mais tarde, embora contra a vontade, foi eleito bispo de Anastasiópolis. Levou dez anos como bispo e dez anos pedindo para ser substituído. Com a realização desse desejo, que só aconteceu após a intervenção do Imperador e do Patriarca de Constantinopla, ele pôde finalmente voltar à sua pequena cela de monge. Não conseguiu, entretanto, ficar sozinho, uma vez que uma verdadeira multidão de devotos o procurava para lhe pedir orações e bênçãos. São Teodoro morreu no ano 613.

Hoje, São Teodoro cujo nome significa “dom de Deus”, nos convida a refletir sobre o primeiro e grande dom de Deus à humanidade, que é o dom da vida. É verdade que a viagem da vida é longa para alguns e curta para outros, mas qualquer que seja o tempo de sua duração, o que importa é que a vivamos intensamente, que aproveitemos o tempo que nos é concedido para plantar sementes de bondade e fraternidade, que sejamos na vida, um dom de Deus para o irmão.

 

VIANNA, Zélia (2005). Santidade Ontem e Hoje. Salvador: Paróquia de São Pedro

 

>> Outro Santo do Dia