Rosário, a Oração do Missionário

2019-10-09---Blog---Mens-Pe-Aderbal-(capa)

 

Duas ideias sobressaem na espiritualidade do cristão em outubro: é o mês do Rosário e das missões. Temas especiais foram trabalhados pela Igreja nos meses anteriores: agosto, a vocação; setembro: a Palavra de Deus. Fomos escolhidos gratuitamente pelo amor do Pai; chamados pela Palavra e agora somos enviados para construir o Reino que Jesus anunciou. É a caminhada do cristão que busca sua santificação. É muito gratificante para nós, criaturas imperfeitas, fracas e pobres, sermos enviados por Jesus para proclamar a novidade da salvação. Ficou bem claro na narrativa da vida de Jesus que a oração faz parte do cotidiano de quem O deseja seguir, através do anúncio e da partilha dos talentos recebidos.

A vida do nosso tempo não favorece a prática da oração. Agitada, complicada, cheia de solicitações facilmente se desgasta e não encontra momentos para reabastecer as baterias que dinamizam a atividade missionária. Somente com as nossas forças obtemos pouco resultado e corremos o risco do desencanto e da fuga. Apenas o homem plenificado pela graça encontra reservas para realizar os apelos que o Senhor lhe faz.

Maria, que foi o ícone da missionária na história da salvação, oferece-nos a cartilha do evangelizador autêntico. E como são simples e compreensíveis suas lições, resumidas na oração “mais amada” – a Ave Maria – conforme o pensamento do Papa Francisco. A oração está perdendo espaço em nossa agenda diária, e tudo indica que os homens não estão ganhando com tal redução. A sociedade atual, com tantos desacertos, é o reverso da pregação do Filho de Deus. Os cientistas sociais e os formadores de opinião vivem procurando razões e arriscando propostas que melhorem o mundo. Eles, porém, vivem tão esquecidos de Deus que desconhecem o extraordinário poder da oração, o encontro direto com a sabedoria divina. Ela aponta a solução para qualquer problema humano.

Nos devocionários de todos os tempos, duas orações sempre se encontram: o Pai Nosso ensinado pelo próprio Jesus e a Ave Maria. A Ave Maria é curta, mas é sempre lembrada em todas as circunstâncias. É pronunciada pelo doutor em teologia, como pela velhinha que não sabe ler e mora num humilde lugarejo; pela mãe quando intercede pela felicidade dos seus filhos, como pelo Bispo preocupado com as dificuldades da sua Diocese; pela criança ingênua e inocente, como pelo adulto que necessita da ajuda de Deus.

Paroquianos e leitores do Folha, retornemos ao salutar hábito de rezar e rezar o terço. A Mãe que nos ouve, atende nossa prece e logo nos responde com a graça de Deus, Ela que é a medianeira de todas as graças. Com a oração o missionário glorifica o Senhor e lhe pede os necessários recursos para ele ser um fiel realizador da sua missão. Um dos grandes testemunhos de oração e missão viveu bem perto de nós, e neste mês será proclamada pela Igreja Santa Dulce dos Pobres quem pedimos que interceda a Deus por nós.

Padre Aderbal Galvão de Sousa

 

 

 

 

Rosário, a Oração do Missionário

Deixe uma resposta